Home / Método e² de Edutainment / Método de Edutainment – Exemplo de Teste PISA (OCDE)

Método de Edutainment – Exemplo de Teste PISA (OCDE)

edutainment young engineers“Integrais e cálculos complexos não têm significado quando usados incorretamente ou em casos irrelevantes. De fato, certos cálculos não têm significado se não forem efetivos em tempo real.

– e² Young Engineers –

Há um grande significado na maneira como as crianças conseguem pensar por si mesmas e por sua própria experiência.

O que se segue é uma pergunta do teste PISA, um teste da OCDE que é conduzido como parte de sua pesquisa internacional sobre educação, e que ocorre a cada três anos desde 2000. Espera-se que as crianças traduzam teoria em prática com as ferramentas que eles adquirido na escola.

Você comprou uma casa nova e decidiu construir uma cerca ao redor do perímetro. Como você mede o comprimento da cerca?

A maioria das crianças estudou a fórmula exata para calcular o perímetro e lembrou que o número Pi = π = 3,14.

A partir daí, chegar ao restante da solução foi fácil.

No entanto, algumas crianças que estudaram de maneira não convencional usaram uma corda e mediram o comprimento do perímetro para provar a si mesmas a fórmula e o número Pi = π = 3,14.

A questão tornou-se mais complicada quando o perímetro era assimétrico.

As crianças do primeiro grupo, que estudaram métodos mais convencionais, conseguiram resolver a questão usando fórmulas complicadas e integrais.
O segundo grupo, que estudou de uma maneira mais não convencional, usou a mesma corda para calcular a medida correta e resolveu o problema usando uma abordagem experimental.
Esta é uma implementação eficiente das ferramentas adquiridas pelo segundo grupo em suas escolas.

Os resultados:

No segundo grupo, que usou o método prático e não convencional, apenas 20% falharam nessa questão, enquanto a taxa de falha no primeiro grupo foi de 80%.
Mostramos a você este exemplo para demonstrar que integrais complexas e cálculos não têm significado quando usados incorretamente ou em casos irrelevantes. De fato, certos cálculos não têm significado se não forem efetivos em tempo real.

Continue lendo